Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

fim-de-semana foto(porno)gráfico

depois de uma semana de intenso trabalho e muitas horas-extra não remuneradas chegou o tão esperado fim-de-semana. a “su” que esteve de míni-férias esta semana resolveu preparar um fim-de-semana diferente, aproveitamos e rumamos ao alentejo. as nossas viagens agora têm sido ainda mais animadas desde que ao grupo de sempre se juntou a lorena, que está sempre mortinha por alinhar em todas as nossas aventuras e desventuras. o alentejo é uma zona que eu a “su”adoramos para descansar e aproveitamos o facto da lorena não conhecer para fazer um pequeno “tour-relax” que sabe sempre bem nestas alturas.

 

chegadas ao destino, exaustas, tivemos direito aquilo que realmente precisávamos naquele momento, um belo banho e uma noite descansada de sono.

 

na manhã seguinte acordo com alguém a bater à porta do quarto, era a lorena – que fazes aqui? que horas são? 7,30 diz ela com um grande sorriso nos lábios, hora de ir comer! enquanto ela descia em busca do pequeno-almoço eu acordava a “su” e arranjava-me para sair.

 

na mesa do pequeno-almoço diz a lorena – ah, alguém trouxe una fotocamera?

 

olhamos umas para as outras como que à espera que alguém acusasse tal lembrança mas nada, ninguém se tinha lembrado de trazer máquina fotográfica e o passo seguinte foi o de tentar encontrar uma loja onde pudéssemos comprar uma mas áquela hora da manhã havia pouco a fazer, decidimos dar uma volta a pé pelo lindíssimo centro da cidade de évora, a lorena estava encantada, adorava cidades históricas, fazia-a lembra-se de casa, a cidade de génova de onde era natural apesar de muito diferente pois génova é uma cidade mais parecida com a baixa de lisboa, de frente para o mar.

 

acabamos por esbarrar com uma loja de fotografia e a lorena comprou uma máquina, o senhor simpático que nos atendeu ficou tão embasbacado a olhar para ela que no final até lhe ofereceu um cartão de memória de mais capacidade ;) e lá começamos o passeio mais a sério.

 

a meio da tarde, já cansadas de andar resolvemos voltar ao hotel para relaxar um pouco e foi então que a paródia principal do fim-de-semana começou, enquanto a “su” foi ao wc, eu atirei-me para cima de uma das camas e a lorena, sentada num cadeirão que havia no quarto, via as fotografias do passeio, e foi nesse momento que tudo começou, a lorena resolveu começar a tirar-me fotos comigo deitada na cama, nisto chega a “su” do wc e vendo a cena começa a fazer “poses” no canto da parede e a lorena sempre a disparar flashes em todas as direcções, até ai tudo normal a risada era mais que muita com as figuras que íamos fazendo mas a “su” resolveu dar asas à sua (já conhecida veia artística) e começou a despir-se e a fazer poses mais “hot” à medida que a lorena ia tirando mais e mais fotos, a coisa começou mesmo a “aquecer” e não demorou muito até que a “su” já estivesse só de cuequinhas, de maminhas de fora e a fazer poses com os dedos entre dentes, a festa já ia alta e a “su” resolveu meter-me ao barulho saltando para cima de mim e puxando-me a saia para cima para a lorena me tirar fotos, puxou-me as cuequinhas para cima enfiando-as pelo meio do meu rabinho, e não só, e continuaram a sessão, voltei-me e puxei-lhe as dela com alguma força para baixo, senti-as rasgar mas ela nem se importou, puxei novamente e ela ficou nua em frente à camera da lorena que não parava de mandar flashes de luz para cima de nós.

 

puxei-a para mim pelos braços para cima da cama e agarrando-a com a cabeça dela junto à minha ratinha abrir-lhe as nádegas para a foto da lorena, imaginava como tinha ficado cada cena e isso estava a excitar-me, a “su” reclamando comigo de tal cena, virou-me e deu-me uma palmada no rabo, momento também registado pela lorena e com os dedos bem marcados, em seguida puxou-me as cuequinhas e meteu-me a língua por baixo tocando-me ao de leve na ratinha, virei-me e abri as pernas, foto da lorena e em seguida língua da “su” que com alguma sofreguidão me sugou as partes intimas, a lorena assistia e tirava fotos de quando em quando, senti-a aproximar-se e vi uma luz forte de um flash a invadir-me por baixo e por entre as pernas e foi o último flash de que me lembro, pois a língua da “su” fez-me esquecer tudo o que se passava em volta.

 

satisfeita pelo orgasmo que me foi oferecido daquela forma levantei-me para o retribuir e percebi que a lorena tinha pousado a máquina e estava a masturbar-se no cadeirão, não resisti a fazer uma pequena pausa e a ligar a máquina e, colocando-a em frente à ratinha da lorena de onde entravam e saíam os seus dedos molhados, disparar 2 ou 3 vezes, ela apenas sorriu e continuou a masturbar-se enquanto eu tomava conta da “su”.

 

ouvi-a gemer enquanto atingia o orgasmo e pouco depois a “su” também lá chegou, olhei para trás e levei com novo flash e com a frase - solo alla fine! J

sinto-me: pronta, para mais um!
banda sonora: brandi carlile - the story
publicado por diariodeumamulhermadura às 09:17

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

calores imensos

verão, férias, praia, calor, míni-saias e muita festa. estava eu no quarto a brigar com as gavetas da roupa quando entra a “su” – olha lá, tu não te despachas hoje? está tudo à tua espera! não consigo encontrar umas cuecas de jeito – respondi eu já para lá de danada. ela riu-se a bom rir (o que me enervou ainda mais) e, em seguida, soltou umas das suas brilhantes pérolas do “desenrascanço” – então, grande problema, nada mais fácil, vais sem elas! estas mas é parva, vou agora sem cuecas para a rua e ainda por cima com uma míni-saia destas, havia de ser bonito. então porque não, vais com um look paris hilton ;) e riu novamente a bom rir. pois, mas eu não sou a paris hilton para andar por ai numa boa a mostrar a ratinha ao pessoal.

cafona! arcaica! medieval! – retorquiu ela rápida e até algo agressivamente. olha vai com as cuecas da minha avó, se quiseres peço-lhe umas daquelas até ao pescoço! se nervosa estava fiquei em ponto de ebulição, detesto que me falem assim! ai é? eu é que sou a “velha” aqui, então vais ver, já me estou a vestir e não levo nem cuecas nem soutien, hoje vai tudo ao léu. e tu minha paleolítica? vais de cuequinhas não é? (confesso que depois pensei que não fazia grande sentido aquilo que acabara de dizer até porque se fosse paleolítica com certeza não deveria usar cuecas ).

desafio lançado e desta vez, por mim. a estes desafios a “su” nem pensa, age. e antes que eu pudesse dizer mais alguma coisa já ela estava de cuecas na mão e a atirar-mas para cima. soutien não tiro porque já não tenho, fica mal com este top. por acaso era verdade, o top dela era muito giro e totalmente despropositado para um soutien manhoso a aparecer, tal como o cai-cai que eu decidi vestir.

tudo pronto, e bem arejado, lá saímos nós para jantar totalmente cabriolet, ou como disse a “su” com um look paris hilton.

confesso que no início me fez alguma confusão saber que estava sem nada por baixo e que à mínima coisa poderia ficar numa posição algo desconfortável, mas à medida que as horas foram passando e a animação ganhando terreno esqueci-me até desse pormenor.

a noite foi óptima e era já perto de 6 da manhã quando saímos da discoteca já bem alegremente alcoolizadas e sem a menor noção de como tínhamos saído de casa. entre sair da discoteca e voltar a casa a “su” lembrou-se que queria porque queria ir ver o nascer do sol na praia e lá fomos, sentamo-nos na areia fria e algo húmida da praia e ali ficamos por alguns minutos meio anestesiadas a olhar o mar na esperança de ver o sol nascer. pela praia passeavam alguns turistas que pareciam ter o mesmo programa e foi já com o sol à vista que nos lembramos, olha lá, a gente estamos sem cuecas! pois é! e agora? estamos aqui sentadas à quase uma hora, já passou tanta gente, nunca mais me lembrei disso.

não faz mal – diz a “su” descansadamente, se alguém nos viu nestas figuras por certo irá recordar para sempre este lindo nascer do sol ;)

 

sinto-me: descapotável
banda sonora: colbie caillat - realize
publicado por diariodeumamulhermadura às 11:59

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

fetiches por cuequinhas

estava eu a beber o meu cafezinho do final de tarde de verão na esplanada, desfrutando do sol já baixo e do som do mar quando sou interpelada pela “su”. olha lá, já viste aquele ali? que é que tem? não pára de olhar para as tuas pernas, está a ver se dás uma hipótese e ele te topa as cuequinhas. quê? se me vê as cuecas? para quê? queres ver que não sabes que os gajos são viciados em ver as nossas cuequinhas. há gente mesmo louca, faz tudo por um bom “upskirt”. há mais isso tem nome técnico e tudo? claro que tem, chama-se “upskirt” ou, traduzindo, “saia-acima”, é uma verdadeira religião.

ok, confesso que uma lingerie bonita pode ser muito interessante, mas daí a haver viciados em cuequinhas, são viciados em quê? não vêem nada mesmo, a menos que estejamos sem elas ;) rimos as duas lembrando um outro assunto que fica para outro dia ;)

sim, mas isso é isso que lhes dá “pica”, imaginarem que podem ver ou o que podem ver a qualquer momento, bem como imaginar o que está por detrás do tecido muitas vezes transparente, como tu gostas ;)

mas se ele quer ver cuequinhas, então cuequinhas vai ter? que é que vais fazer? não sejas louca? chiuuu, abre lá as perninhas! és mais é louca, vou agora abrir as pernas ao gajo que nem conheço e além do mais é feio que se farta ;) nada disso, abre as pernas mas não directamente para ele, desvia-te um pouco para o lado só para vermos o que ele faz. assim fiz e, realmente, não demorou mais do que alguns segundos para que o homem mudasse de mesa de forma a tentar “ver a cena”. o homem é louco, não abro mais as pernas coisa nenhuma, ainda me ataca. não ataca nada, vamos lá as duas, ao mesmo tempo, estás preparada? (ela sabe que detesto estes desafios) estou! se é assim, cá vai disto! e dizendo isto abrimos ambas as pernas de forma quase a escancarar as ratinhas aos olhos de um individuo de bigode, com cara de louco e que não conhecíamos de lado nenhum. o homem mudou literalmente de cor, ficou boquiaberto e quase a babar olhando directa e prolongadamente para o interior das nossas saias. a “su” ria-se que nem uma perdida, quase descaradamente. cala-te! ele ainda nos “topa” a cena. quero que ele se lixe! – diz ela rapidamente, não queria ver cuecas, aqui tem! e são bem bonitas! ;) rimos as duas.

passados alguns minutos nisto o homem sai apressadamente da mesa onde estava e vai embora. a “su” grita – olha olha o gajo, vai-se embora, aposto que vai “bater uma” à nossa custa! vai o quê? claro que vai, aposto que se vai tocar pensando naquilo que viu e que não viu mas imaginou.

está bem, mas vamos embora, está a ficar tarde e essa ideia agora deixou-me pouco confortável, ainda está por aí nalguma esquina à nossa espera para nos agarrar. isso é que era bonito. levava logo e não eram poucas.

confesso que mais tarde fiz uma busca no google pelo tal “upskirt” e percebi que realmente, e como a “su” dizia, parece quase uma religião. ao que parece, sem querer, hoje tínhamos “dado missa” ;)

 

sinto-me: curiosa acerca do assunto
banda sonora: entre aspas - uma pequena flor
publicado por diariodeumamulhermadura às 09:49

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

perfil

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

dúvidas existenciais

fantasias sexuais ja realizadas
sexo anal
sexo bi-sexual
sexo com 2 mulheres ou 2 homens
sexo com 1 casal
masturbacao em grupo (homens)
masturbacao em grupo (mulheres)
sexo em grupo
swing (troca de parceiros)
sexo em locais publicos
sexo na internet (webcam)
sexo com assistencia
gravar sexo em video
fotografar durante sexo
dupla penetracao
mulher com mais de 2 homens
homem com mais de 2 mulheres
sexo com desconhecido(a)
sexo com prestador de servicos (carteiro, canalizador, pizzaboy, etc)
sexo com animais
sexo com objectos bizarros
sexo com objectos sexuais volumosos
  
pollcode.com free polls
vestida para seduzir
calca e blusa bem justinha
calcao e top com muita lycra
mini-saia
decote generoso
lingerie e saltos altos
com a roupa que viemos ao mundo
a roupa nao importa, o olhar e fatal
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 1
homem
mulher
casal
grupo de amigos
grupo de amigas
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 2
menor de 18 anos
de 18 a 25 anos
de 26 a 35 anos
de 36 a 45 anos
de 46 a 55 anos
mais de 55 anos
  
pollcode.com free polls

posts recentes

fim-de-semana foto(porno)...

calores imensos

fetiches por cuequinhas

leitores do diário

Offshore Jones Act
Offshore Jones Act Counter

arquivos

Julho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

pesquisar

 

leitores online

Users Online

segredos do diário

prémios do diário

Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds