Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

masturbação feminina – mitos e realidades

em mais uma das suas leituras das revistas (que ela devora por inteiro) a “su” comentava ao almoço. já viste, aqui diz que as mulheres afinal masturbam-se mais do que aquilo que se pensa. apenas não o admitem pois a masturbação feminina não é tão socialmente aceite como é a masculina. sim, e qual é a novidade? então, porque é que raio os gajo podem “esgalhar o pessegueiro” a toda a hora (adoro as expressões únicas dela, tive mesmo que lhe perguntar como é que isso se escrevia ;) ) e nós não podemos “brincar com o mexilhão”? não acho justo!

deixa-te disso, sabes bem que a maioria das mulheres podem e fazem tudo e mais alguma coisa, mas são assim tem vergonha de o admitir. e vergonha puxa vergonha e muita vergonha dá repressão. mas tu nem sequer te podes queixar, a tua nunca a tiveste ;) e ainda bem!

mas falando nisso, é uma treta essa de porem rótulos nas pessoas e principalmente nas mulheres só porque gostam disto ou daquilo, se gosta de sexo, só pode ser puta! se fala ou admite isso então é porque é de certeza! que eu saiba putas são aquelas que vendem o corpinho, ou mais propriamente pequenas partes dele, e eu não vendo nada, portanto, não sou! nem mais!

mas voltando ao assunto, e tu? quantas vezes “afagas o mexilhão”? oh “su”, que raio de pergunta. sei lá agora! algumas! às vezes apetece não é? eu sei, a mim também, no banho então, adoro longos banhos de espuma com água bem quente, musiquinha e um belo “esfreganço” para relaxar no final de um dia duro de trabalho ;) rimos as duas.

olha, sabes uma coisa? conta conta – dizia ela com aqueles olhos arregalados quase a saltar das orbitas. e, no trabalho? no trabalho? amiga, tu andas a “coçar a micose” no trabalho? cala-te lá que eu não tenho micoses! não ando, mas já o fiz, um dia estava com uma destas “tesões” pré-mestruais e como estava sozinha nem pensei duas vezes, tirei as cuecas, puxei a saia um pouco para cima, abri as pernas e foi mesmo ali à secretária. mas ninguém te topou? claro que não! seria a maior vergonhaça da minha vida. não estava ninguém, foi numa altura que estava muita gente de férias e aquilo estava calmo ;)

bem amiga, que espectáculo, tu de vez em quando ainda me consegues surpreender ;) rimos. mas e tal foi? excelente! a adrenalina estava no máximo pois apesar de estar sozinha estava sempre com um certo receio que alguém pudesse entrar e ser apanhada então foi do melhor, tive um daqueles orgasmos que parece que até fiquei sem ver. quanto na escala? ;) eu sei lá dessa tua escala, muito, muito mesmo. a cadeira quando me levantei estava toda molhada, ainda bem que é de pele senão havia de ser bonito. rimos as duas a bom rir.

eu adoro masturbar-me - dizia a “su” com aquele ar de satisfação, mas acho que é ainda melhor quando não o faço sozinha. como assim? sim, quando me masturbo para eles verem, é o máximo, ficam que nem loucos pois o trato é não me poderem tocar enquanto o faço, só ver! bem, devem rebentar! rebentam sim, rebentam comigo a seguir ;) vêm com a “gana” toda a seguir. essa não sabia, nunca experimentei, mas já vi que tenho que seguir os teus conselhos ;)

claro que sim! mas depois, já sabes, quero saber todos os pormenores ;) como sempre, como sempre!

 

sinto-me: com ideias
banda sonora: nelly furtado - maneater
publicado por diariodeumamulhermadura às 08:49

link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De belly_button a 19 de Maio de 2008 às 11:14
:) boa sugestão!

Não poderia concordar mais, porque raio é que as mulheres que gostam de sexo são consideradas putas pelos homens??? Afinal os homens não querem que a gente goste de sexo???

Há cd preconceito!!! Estupidos pa!!!

beijinhos
De Miguel a 19 de Maio de 2008 às 13:04
Vendo bem, são as mulheres que chamam putas às mulheres que gostam de sexo.
Quanto ao esfregaço, ou comem todos ou há moralidade, pois claro.
De João Cordeiro a 19 de Maio de 2008 às 15:24
Um tema algo controverso, mas que nada tem de polémico, a não ser em mentecaptos, anestesiados da realidade.
Eu chamo-lhe o prazer do auto conhecimento e do auto satisfação. E que melhor do que nós, para sabermos o que o nosso corpo nos mendiga.
Tantas vezes tenho me perguntado porque complicam o que deveria ser lúdico e uma fonte de prazer?
Gostei da forma ligeira com que tratas o assunto.
Claro que amiga “Su”, é sempre uma preciosa “ajuda” nas aventuras que descreves.
Hoje, não quero fazer um testamento, por isso, se... o aceitares, um beijo sonhador, pejado como as tuas palavras, e repleto de sentimento como o teu sentir.

De umbreveolhar a 19 de Maio de 2008 às 19:34
Eu entendo que isso não tem nada de mal, nem se deve rotular as mulheres por isso, afinal as necessidades são também comuns aos homens!
A tua descrição é que é excitante! e Ainda bem, porque deve ser esse também um dos objectivos, ou não será?

Cumprimentos e até breve
De palpitar a 26 de Maio de 2008 às 12:02
Masturbar-se é como ler o manual de instruções antes de utilizar o aparelho.
É uma espécie de teste de qualidade e desempenho.
O problema é que com tantos treinos de qualidade podemos ficar a gostar mais deles do que do desempenho real.
O que torna tudo confusamente divertido.
Podemos sempre propor ao nosso parceiro(a) que nos masturbe ao invés de praticar o coito.
Será que o sexo oral não é uma refinada opção masturbatória?

comentar post

perfil

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

quando até o porno corre ...

não morri, não fugi, ando...

Cartas dos leitores - Um ...

ainda há coisas boas na v...

troca de sms – o “x” tânt...

a sauna (pouco) privativa

concurso do “diário” – dá...

cartas dos leitores - bar...

triângulo inesperado

a volta de férias da lore...

arquivos

Julho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

pesquisar

 

segredos do diário

blogs SAPO

subscrever feeds