Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

caraíbas – sol, praia, e bikinis minúsculos

a páscoa aproximava-se a passos largos e este ano tinha conseguido (por um milagre) tirar férias nessa altura e não em agosto. tinha feito um pequeno “pé-de-meia” decidida a experimentar umas férias diferentes num local diferente. não era a primeira vez que fazia férias fora de portugal mas era a primeira vez que o fazia sozinha e sozinha mesmo, desta vez nem a “su” foi comigo pois, apesar de muito querer, não teve essa hipótese.

precisava mesmo de descansar, de relaxar e até mesmo de “fugir” um pouco das rotinas e dos stresses em que me encontrava. tinha sido um ano difícil, muitas tristezas e algumas desilusões e tinha decidido que iriam ser 5 noites de descanso com tudo incluído nas caraíbas.

após longas horas de avião lá cheguei, o local era verdadeiramente paradisíaco, melhor até que nas fotos e panfletos da agência de viagens. não tinha grandes luxos mas é assim mesmo que eu gosto. o hotel era também ele lindo, com um aspecto algo rústico fundindo-se com uma praia maravilhosa. o quarto era também ele desprovido de grandes luxos mas parecia muito limpo que é o que importa, o frigorífico do míni-bar (único luxo existente) não funcionava e nem sequer tinha televisão. pensei: óptimo, é isto mesmo que eu quero, estar longe de tudo e de todos, o mundo pode acabar que eu nem vou saber.

abri a mala e procurei pelo bikini, a praia estava à minha espera e não queria perder 1 minuto do que tinha direito. virei a mala do avesso, pus tudo em cima da cama, não era possível, só tinha o top, faltava o essencial, a parte de baixo, se fosse ao contrário sempre podia fazer topless – pensei e ri sozinha.

ok, decididamente a coisa não estava a começar bem, mas não era a falta de uma cueca que me ia vencer e muito menos estragar as férias. pus o top e sai com a cuequinha mesmo, tapada por uma “saída de praia” ao estilo caribenho, haveria de encontrar uma solução.

percorri as pouquíssimas lojas do hotel que pareciam vender tudo menos bikinis, não era possível, teria que haver por ali alguma loja onde pudesse encontrar o mais básico para a praia. finalmente entrei numa onde tinha roupa, muitas camisas às flores de todas as cores e muitos calções com iguais padrões para homem e mulher mas não necessariamente bikinis. até que num cantinho da loja vi um pequeno expositor com aquilo que procurava, corri em direcção a ele como se estivesse a ver um oásis no deserto mas, apanhei mais uma decepção, era tudo enorme, nada me parecia servir minimamente, agora sim estava a começar a entrar em pânico. perguntei à empregada da loja no meu “espanholês” mais que perfeito se não havia nada mais “pequeño” ele acenou que sim e mostrou-me um expositor ainda mais pequeno atrás do balcão com uma marca que dizia qualquer coisa parecida com “guilherme calafiori” e a rapariga da loja tinha razão, era mesmo mais “pequeño” mas muito mais pequeno, pelo que percebi pela etiqueta, “made in brasil” o que, por si só já quer dizer qualquer coisa.

entre os outros que tinham pano que dava para fazer 1 chapéu-de-sol (ou mesmo 2) e estes que eram digamos “minimalistas” claro que optei pela segunda escolha, assim como assim ninguém me conhecia mesmo de lado nenhum, portanto, cá vai disto! corri novamente ao quarto para vesti-lo (já que não era possível experimentar na loja) e pronto, realmente não me senti muito confortável, percebi rapidamente que a minha depilação apesar de eu achar que andava sempre mais ou menos bem precisava de uns arranjos extra e que arranjos por pouco não sobrava nada (de realçar que isto foi bem antes de descobrir as maravilhas de que vos falei logo na fundação deste blog, hoje em dia não teria qualquer problema ).

praia aqui vou eu, “saída de praia” novamente colocada para não andar de “rabiosque ao léu” pelo meio do hotel e cá vou eu. o bikini nem me ficava nada mal, mas ficava literalmente “fio dental” pois o pouco pano que tinha passados  poucos passos estava todo enfiadinho para dentro. chegada à praia passaram-me todas as preocupações e as “pudiquices” não só porque era realmente magnífica mas também porque devia ser a única pessoa na praia preocupada em tapar parte do rabo, todas as outras andavam mesmo de “fio-dentalão” à grande e nem só as mulheres, havia mesmo diversos homens de “fio-dental”. ok pensei, estou mesmo noutro mundo.

procurei uma espreguiçadeira à sombra de um “coqueiro amigo” e lá estava eu no céu, ou quase. as férias tinham apenas acabado de começar, e muito que elas haveriam ainda que “dar que falar”.

 

sinto-me: cool
banda sonora: alicia keys - like you'll never see me again
publicado por diariodeumamulhermadura às 10:51

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De "Su" a 28 de Maio de 2008 às 11:17
Olá outra vez amiga. Ando muito comentadeira do teu Blog né? Só pra dizer que parece que não seguiste os meus conselhos de acrescentares mais coisas, o questionário está fixe mas não é uma novidades já tiveste um parecido sobre outro assunto. Pôe fotos gosto do texto mas fica sempre melhor com imagens. Não tens fotos do bikini? de certeza que há por aí pela net.

Bjokas e Bjufas

P.S.: Já sei "sou a tua leitora mais crítica" ;P
De diariodeumamulhermadura a 28 de Maio de 2008 às 11:49
respondendo às solicitações e em especial à "su" que me mói o pouco juízo que me resta por causa das fotos achei esta na net. não é exactamente igual ao meu nem da mesma cor mas é muito parecido em termos de modelo e corte.

aqui fica então o primeiro post com foto ;)

beijinhos a todos e em especial para ti "chata" - vai trabalhar! ;)
De Jorge a 28 de Maio de 2008 às 16:41
Brilhante!
Nada melhor do que seguir os concelhos dos verdadeiros amigos e dar mais dinâmica a este cantinho que começa a viciar. Não
podia estar mais de acordo com a irresistível "SU". Apesar de não ter comentado ultimamente, tenho estado atento a estas divertidas e excitantes "vivências". Continua assim que vais continuar a atrair muita gente com os teus contos sabiamente escritos.
Bjocas
De shibumi a 29 de Maio de 2008 às 01:06
Olá Mulher Madura, e companhia
descobri como por acaso o teu blog e ok, parece-me estranho não só as descrições mas igualmente o vosso relacionamento. Entre estar a sós e partilhar um banho, dedos e mãos acabando aos berros de delírio orgásmico, é realmente estranho. Entre uma mulher que vê na amiga o passaporte para os maiores devaneios e fetiches á amiga, que vê em ti um certo ninho, ainda que amoroso, parecem-me que ambas são capazes de fazer, o que individualmente apenas aspiram. São perigosas sem dúvida e um conselho, se me permites, aguçar o apetite para o deixar morrer á fome e um tanto ou quanto cruel pois as imagens valem por mil palavras mas aquelas que não se vêm ou se imaginam, valem por uma eternidade de sonhos...e deixam marcas.
Sê (sejam) boazinhas, pois boazonas já o devem ser, e seguindo a velha máxima "dar de comer a quem tem fome", pratiquem este bem, que ficarão mais saciadas...acho eu.
Isto vale o que vale e nem merece resposta.
É apenas uma opinião e nada mais.


Shibumi
De diariodeumamulhermadura a 29 de Maio de 2008 às 03:37
olá caro leitor.
antes de mais agradeço a visita e comentário no meu pequeno espaço.
em segundo lugar devo dizer que, para mim, todos os comentários têm valor, são eles que me dâo o ânimo para continuar a escrever ou a transcrever para este diário digital, sem eles nada disto faz sentido.

agradeço igualmente as opiniões e sugestóes, são sempre bem vindas.

beijinhos e obrigada pela visita.

volta sempre

comentar post

perfil

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

dúvidas existenciais

fantasias sexuais ja realizadas
sexo anal
sexo bi-sexual
sexo com 2 mulheres ou 2 homens
sexo com 1 casal
masturbacao em grupo (homens)
masturbacao em grupo (mulheres)
sexo em grupo
swing (troca de parceiros)
sexo em locais publicos
sexo na internet (webcam)
sexo com assistencia
gravar sexo em video
fotografar durante sexo
dupla penetracao
mulher com mais de 2 homens
homem com mais de 2 mulheres
sexo com desconhecido(a)
sexo com prestador de servicos (carteiro, canalizador, pizzaboy, etc)
sexo com animais
sexo com objectos bizarros
sexo com objectos sexuais volumosos
  
pollcode.com free polls
vestida para seduzir
calca e blusa bem justinha
calcao e top com muita lycra
mini-saia
decote generoso
lingerie e saltos altos
com a roupa que viemos ao mundo
a roupa nao importa, o olhar e fatal
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 1
homem
mulher
casal
grupo de amigos
grupo de amigas
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 2
menor de 18 anos
de 18 a 25 anos
de 26 a 35 anos
de 36 a 45 anos
de 46 a 55 anos
mais de 55 anos
  
pollcode.com free polls

posts recentes

quando até o porno corre ...

não morri, não fugi, ando...

Cartas dos leitores - Um ...

ainda há coisas boas na v...

troca de sms – o “x” tânt...

a sauna (pouco) privativa

concurso do “diário” – dá...

cartas dos leitores - bar...

triângulo inesperado

a volta de férias da lore...

leitores do diário

Offshore Jones Act
Offshore Jones Act Counter

arquivos

Julho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

pesquisar

 

leitores online

Users Online

segredos do diário

prémios do diário

Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds