Terça-feira, 27 de Maio de 2008

o dia “h”

estava apreensiva, era a primeira vez que fazia o teste e a consciência de que nem sempre tinha sido uma boa menina estava-me a pesar na consciência. à medida que a hora se aproximava as pernas começavam a tremer e não era de frio.

liguei à “su”, amiga, preciso de um favor teu, podes vir aqui ter comigo? mas porquê, que é que se passa? não é nada de grave mas preciso de companhia, podes? claro que sim, dá-me só alguns minutos que já aí vou ter...

passados alguns minutos vi a “su” entrar com uma cara de assustada. que foi amiga? que se passa? nem te digo, estou a tremer de medo! mas porquê? vou fazer o teste pela primeira vez. que teste? o do hiv. ah, ok, já percebi, estás com medo? não tenhas, não há razão porque ter medo, se algo de errado aconteceu, já aconteceu e nada podes fazer agora, mas estou certa que no meio de todas as nossas maluqueiras até somos mulheres de juízo, eu também já fiz no mês passado, tudo ok, estou limpinha e descontraída. a sério, não tenhas receio, vais ver que depois de fazeres e veres os resultados te vais sentir muito melhor.

chegou a minha vez, a enfermeira percebeu logo que estava nervosa e tentou acalmar-me, a conversa, se bem que curta, com a “su” também me tinha ajudado um pouco e acima de tudo o facto de a ter ali presente era sem duvida alguma uma grande ajuda.

os resultados saíram passada uma semana, levantei o envelope e levei-o para casa mas não tive coragem de o abrir. pedi a “su” que fosse ter comigo a casa para o abrirmos juntas, não queria estar sozinha caso as notícias não fossem boas. sentia-me uma verdadeira adolescente à espera da nota de um teste para o qual não tinha estudado, mas desta vez o resultado era bem mais do que ter má nota num teste. a minha vida presente e futura estava ali, naquele envelope.

a “su” tocou à campainha, abri-lhe a porta e percebi que trazia algo na mão. o que trazes aí? espera! já vais ver! vamos abrir o envelope? vamos. mas abre tu! ok medricas eu abro. voltou-me as costas abrindo o envelope demoradamente, aquela espera estava literalmente a matar-me do coração. negativo! gritou ela em euforia – eu sabia! estás limpa e fresca com uma alface ;) dá cá, deixa-me ver. era verdade, tudo negativo. nem sinais de nada “menos bom”. naquele momento senti que me saíram umas toneladas de cima e quando levantei os olhos do papel percebi o que trouxera a “su” - champanhe para festejarmos.

juntas partilhamos mais aquele momento da mais pura amizade partilhando aquela garrafa de champanhe mas acima de tudo aquele momento de enorme alegria.

e, a partir desse dia, combinamos que religiosamente iríamos ambas fazer o teste juntas, pelo menos uma vez por ano.

 

obrigada “su”, estás sempre no meu coração.

 

sinto-me: por ter uma amiga como a "su"
banda sonora: kt tunstall - suddendly i see
publicado por diariodeumamulhermadura às 08:44

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De A "Su" a 27 de Maio de 2008 às 09:02
Olá Amiga rs nunca te tinha comentado mas hoje claro que tinha que ser. Obrigada pela declaração amorosa rs e pelo sucesso do teu diário e sabes que mais já tens mais de 11000 visitas acho que está na hora de fazeres algo de novo a isto não? Umas fotos ou algo mais interactivo, acho que os leitores merecem rs

Bjokas Bjufas e etc.
De belly_button a 27 de Maio de 2008 às 10:21
È bom ter uma amiga assim!

Parabéns pela vossa amizade!!

Grande tema, é bom alertar o pessoal e incentivar a fazer o teste!!


Beijinhos
De Infiel a 27 de Maio de 2008 às 15:05

ola
como sabes o virus pode ficar inactivo e totalmente invisivel, por muitos anos!!!

nunca ha a certeza absoluta quando foi passado, pode ser descoberto pouco tempo depois, como passados muitos anos!

prevenção é a unica certeza, mesmo com proteção no coito, nunca é garantido que se esteja protegido, basta uma ferida na boca e ele aloja-se

um abraço e muita força para essa amizade :)

De incognito(a) a 27 de Maio de 2008 às 15:05
O que é bom é o pessoal não ter comportamentos de risco, isso sim. Não é fazer o teste depois de fazer a porcaria.

comentar post

perfil

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

dúvidas existenciais

fantasias sexuais ja realizadas
sexo anal
sexo bi-sexual
sexo com 2 mulheres ou 2 homens
sexo com 1 casal
masturbacao em grupo (homens)
masturbacao em grupo (mulheres)
sexo em grupo
swing (troca de parceiros)
sexo em locais publicos
sexo na internet (webcam)
sexo com assistencia
gravar sexo em video
fotografar durante sexo
dupla penetracao
mulher com mais de 2 homens
homem com mais de 2 mulheres
sexo com desconhecido(a)
sexo com prestador de servicos (carteiro, canalizador, pizzaboy, etc)
sexo com animais
sexo com objectos bizarros
sexo com objectos sexuais volumosos
  
pollcode.com free polls
vestida para seduzir
calca e blusa bem justinha
calcao e top com muita lycra
mini-saia
decote generoso
lingerie e saltos altos
com a roupa que viemos ao mundo
a roupa nao importa, o olhar e fatal
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 1
homem
mulher
casal
grupo de amigos
grupo de amigas
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 2
menor de 18 anos
de 18 a 25 anos
de 26 a 35 anos
de 36 a 45 anos
de 46 a 55 anos
mais de 55 anos
  
pollcode.com free polls

posts recentes

quando até o porno corre ...

não morri, não fugi, ando...

Cartas dos leitores - Um ...

ainda há coisas boas na v...

troca de sms – o “x” tânt...

a sauna (pouco) privativa

concurso do “diário” – dá...

cartas dos leitores - bar...

triângulo inesperado

a volta de férias da lore...

leitores do diário

Offshore Jones Act
Offshore Jones Act Counter

arquivos

Julho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

pesquisar

 

leitores online

Users Online

segredos do diário

prémios do diário

Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds