Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

vamos fazer algo verdadeiramente louco

segunda-feira, dia chato, mais chato e mais aborrecido ainda quando não se fez nada de jeito. entre uma manhã de entrevista para um possível emprego e uma tarde passada a olhar para montras de shopping sem comprar nada a escolha é difícil sobre qual o pior momento do dia.

ainda a viver com a “su” na nossa fase pós-universitária mas com ela com mais sorte do que eu em termos de emprego, os dias estavam um tédio mesmo.

cerca das 8 horas chega a “su” com aquele ar de atarefada de “dona de casa” com sacos de supermercado misturados com a pasta do trabalho e um casaco que foi buscar à lavandaria.

recebo-a no sofá, nem me mexi, apenas disse: olá. então, que é que se passa contigo, estás doente ou quê? não, estou para lá de entediada, o dia foi uma verdadeira porcaria. ok, já percebi que não correu muito bem, mas deixa lá que estamos juntas nesse barco, hoje o meu também foi para esquecer.

e jantar? - diz ela. não me apetece nada, não me apetece sequer pensar em ir para a cozinha. olha, a mim também não, estou que nem posso dos meus pés. pedimos uma pizza? – diz ela olhando para mim e soltando uma gargalhada. não me consegui conter e apesar da neura com que estava ri também. a risada tinha a ver não com a pizza em si mas com o entregador de pizzas de um restaurante ali próximo de casa. era um miúdo com os seus 18 ou 19 anos com um ar atlético, alto e bastante engraçadinho. numa maluqueira da “su” algum tempo antes, que lhe deu para lhe lançar “olhares penetrantes” durante uma entrega de comida ficou algo “no ar” e cada vez que foi lá a casa depois disso olhou-nos sempre de maneira diferente.

pizza? pode ser. não estou mesmo com muita vontade de pensar noutra coisa, pede tu. lá foi ela para o telefone e passado um pouco grita, 25 minutos, pode ser? já não é mau gritei eu, mas preferia 1 horinha bem aviada. o que eu não sabia era que ela ainda estava ao telefone e passei uma vergonhaça logo ali.

podias ter avisado “su”, eu sabia lá que ainda não tinhas desligado. olha, acontece, agora ficaram a saber todos os teus gostos ;) e riu-se.

se já não estava muito animada a situação ainda me deixou mais chateada, detesto passar vergonhas, como já devem ter percebido por posts anteriores, fico furiosa. mas desta vez a culpa era mesmo minha e não tinha em quem descarregar, nisto diz a “su”: vamos fazer algo verdadeiramente louco!

quê? “su” hoje não estou com muita paciência para essas coisas. não, a sério, vamos, vamos, vais ver que te animas logo. sim, claro, e que tipo de coisa “verdadeiramente louca” é essa, posso saber?

podes, claro que podes, até porque vais fazer parte dela ;) vamos atacar o rapaz das pizzas! vamos quê? tu não estás boa da cabeça! vamos atacar o rapaz das pizzas? porquê? estás a ver se nos metes nalguma alhada.

nada disso, já viste como ele olha para nós daquele aquele dia? ele está mortinho por acção. mas acção que acção? que é que estás a pensar fazer? e correu para a sala frenética como sempre a contar-me o seu plano “mirabolante”.

estás louca – disse-lhe eu de pronto. não estou nada! vai ser o máximo! alinhas ou não alinhas?

ela sabe que eu detesto que ela diga isso, ela sabe que eu não suporto esse tipo de desafios e mais uma vez assim me “comprou”.

tocam à campainha, era, pois claro, o rapaz da pizza, subiu e entregou a pizza como sempre, recebeu o dinheiro e quando já se ia embora a “su” grita: não tem chouriço! o rapaz ficou boquiaberto de espanto e perguntou - há algum problema? há! diz a “su”, a pizza não tem chouriço! sim, é verdade diz ele tentando ser educado, mas não me lembro de ter pedido com chouriço. pedi sim diz ela, eu quero sempre com chouriço! e quero agora! e dizendo isto lança mão aos “apetrechos” do rapaz em busca do seu chouriço ao mesmo tempo que eu fecho a porta de casa e me encosto a ela. o rapaz mudou de cor umas 10 vezes seguidas, sem saber o que dizer ou fazer, acho até que ia morrendo de estar tanto tempo sem respirar, mas a “su” não se fez rogada, começou, iria acabar, como sempre.

abriu-lhe num ápice as calças e literalmente devorou-lhe o pénis, fazendo desaparecer dentro da boca, o rapaz permanecia branco como a parede e sem reacção, apenas dizia coisas que soavam a: mas, mas, olha, eu não posso, sem que nada disso fizesse parar os intentos da “su” que lhe chupava o, mais composto “zezinho”.

ás tantas, já com ele resignado e encostado ao móvel do hall de entrada a desfrutar do momento, ela pára e grita para mim – vais ficar ai a olhar? ajuda-me aqui! e lá fui eu para a confusão, de facto o rapazito tinha um “zezinho” de fazer inveja, era totalmente proporcional ao resto, atlético e forte e brincamos de “ora para ti, ora para mim” uns quantos minutos até que ele num impulso profundo se veio e como veio para a cara da “su” que entretanto tinha percebido que estava na hora e o masturbava a bom ritmo.

levantou-se a “su” e foi directa à casa de banho limpar-se o rapaz ainda meio boquiaberto arrumou como pode o “zezinho” e foi por mim empurrado para fora de casa, ao sair olhou com apreensão o relógio e disse: estou tramado! respondi-lhe – não estás nada, diz que não tínhamos dinheiro e tivemos que o ir buscar.

adeus, disse-lhe eu enquanto esperava no patamar pelo elevador, juntando-se a mim nas despedidas a “su” já mais “composta” que rematou – espero que tenhas gostado da gorjeta.

fechamos a porta, olhamos uma para a outra e ri-mo-nos que nem duas perdidas. com tudo isto a pizza ficou fria, será que iríamos ligar a reclamar do serviço? ;)

sinto-me: louca
banda sonora: melanie c - the moment you believe
publicado por diariodeumamulhermadura às 02:54

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De momentos a 7 de Maio de 2008 às 14:45
reclamem, reclamem...
De Lala a 7 de Maio de 2008 às 16:13
Adorei.
História mais louca.
O máximo.
Bjocas.
Lala
De Piratinhah a 7 de Maio de 2008 às 18:20
=) obrigada ^^
Ya, adoro escrever daquela forma =D
Beijinho*
De O Presidente a 7 de Maio de 2008 às 20:24
Aposto que o rapaz da pizza, depois desse episódio, sempre que ia entregar pizza a alguem do sexo feminino perguntava...Você pediu com chouriço?

Boa história...

comentar post

perfil

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

dúvidas existenciais

fantasias sexuais ja realizadas
sexo anal
sexo bi-sexual
sexo com 2 mulheres ou 2 homens
sexo com 1 casal
masturbacao em grupo (homens)
masturbacao em grupo (mulheres)
sexo em grupo
swing (troca de parceiros)
sexo em locais publicos
sexo na internet (webcam)
sexo com assistencia
gravar sexo em video
fotografar durante sexo
dupla penetracao
mulher com mais de 2 homens
homem com mais de 2 mulheres
sexo com desconhecido(a)
sexo com prestador de servicos (carteiro, canalizador, pizzaboy, etc)
sexo com animais
sexo com objectos bizarros
sexo com objectos sexuais volumosos
  
pollcode.com free polls
vestida para seduzir
calca e blusa bem justinha
calcao e top com muita lycra
mini-saia
decote generoso
lingerie e saltos altos
com a roupa que viemos ao mundo
a roupa nao importa, o olhar e fatal
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 1
homem
mulher
casal
grupo de amigos
grupo de amigas
  
pollcode.com free polls
quem le este diario? parte 2
menor de 18 anos
de 18 a 25 anos
de 26 a 35 anos
de 36 a 45 anos
de 46 a 55 anos
mais de 55 anos
  
pollcode.com free polls

posts recentes

quando até o porno corre ...

não morri, não fugi, ando...

Cartas dos leitores - Um ...

ainda há coisas boas na v...

troca de sms – o “x” tânt...

a sauna (pouco) privativa

concurso do “diário” – dá...

cartas dos leitores - bar...

triângulo inesperado

a volta de férias da lore...

leitores do diário

Offshore Jones Act
Offshore Jones Act Counter

arquivos

Julho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

pesquisar

 

leitores online

Users Online

segredos do diário

prémios do diário

Photobucket
blogs SAPO

subscrever feeds